Os tamanhos de caixa e rótulos variam.

Teste IDEXX Bluetongue Competition Ab

Febre catarral

O teste de anticorpo competitivo contra febre catarral da IDEXX detecta anticorpos específicos contra o vírus da febre catarral (VFC) em soro de ovinos, caprinos e bovinos. Ele baseia-se na competição entre o soro a ser testado e um anticorpo monoclonal, acoplado à peroxidase e direcionado à porção N-terminal da proteína VP7, uma importante proteína central do VFC (específica para o sorogrupo FC).

Esse método é de fácil implementação, rápido e confiável e é particularmente adequado para a análise de um grande número de amostras. Como não existe nenhuma norma internacional para soro, a detectabilidade foi estabelecida em uma norma francesa (J63) proposta pelo CIRAD (Montpellier), que é o laboratório internacional de referência para essa doença.

O teste deve apresentar reação positiva com diluição de 1:4, resultado positivo, negativo ou duvidoso, com diluição de 1:8, e resultado negativo, com diluição de 1:16, segundo essa norma francesa.

* Disponível / Distribuido: fora dos Estados Unidos. 

Entre em contato conosco

Detalhes do teste


Números e tamanhos das peças

P00450-5 (5 placas/bandas)
P00450-10 (10 placas/bandas)

Sobre a febre catarral

A febre catarral é uma doença viral infecciosa que afeta ovinos, caprinos, bovinos e ruminantes selvagens, com altas taxas de mortalidade em ovinos. Os sinais clínicos incluem inflamação intensa que afeta primeiramente a cabeça, com febre alta, congestão, edema da face e da língua, e úlceras hemorrágicas na mucosa. Nos casos mais graves, a língua pode ficar azulada, daí o nome da doença, também conhecida como língua azul. A extensão a outras partes do corpo provoca lesões musculares graves, com taxa de mortalidade de até 15%.

O vírus da febre catarral (VFC) é transmitido pela mordida do maruim do gênero Culicoides. Não se trata de uma transmissão direta através de animais, então o vírus limita-se a regiões geográficas nas quais o maruim pode sobreviver — de 40° na latitude norte a 35° na latitude sul.

O vírus da doença hemorrágica epizoótica (Epizootic Haemorrhagic Disease Virus, EHDV), membro do gênero Orbivirus, produz sintomas semelhantes. O diagnóstico diferencial é importante para evitar deflagração generalizada e perdas econômicas. O método ELISA detecta com precisão anticorpos específicos contra o VFC, sem reatividade cruzada entre os sorogrupos de VFC e EHDV.

Soluções para todos os testes

RealPCR BTV RNA Mix
Teste IDEXX Bluetongue Competition Ab



* Nem todos os produtos estão disponíveis e/ou registrados em todos os países.