Reduza riscos e aumente o ROI com o teste para antígeno do BVDV SNAP da IDEXX

“Usando o teste para BVD SNAP, reduzimos o uso de antibióticos em mais de 75%, a perda por morte em 81% e vimos um aumento de 40% no ganho de peso”, disse Weichel. “O teste para BVD SNAP significa tudo para o meu negócio e é por isso que estou sendo tão franco sobre isso.”

Justin Weichel
Weichel Feed Yard

Por que Justin Weichel usa o teste para antígeno do BVDV SNAP — e por que ele quer divulgar isso

A família de Justin Weichel possui empresas de negócios para recria com cerca de 2.700 cabeças de gado em qualquer período. O gado de Weichel apresenta risco elevado; são animais jovens, recém-separados de suas mães para venda em leilão e transportados por até 1.600 quilômetros para sua área de recria. Há bastante estresse e muitas vacinas, antibióticos, alimentação e manutenção — tudo faz parte do custo de Weichel. O custo — e o lucro — é o fator preponderante de Weichel.

“Não é um passatempo; é uma vida”, diz Weichel. “Como qualquer outra coisa, tudo se resume em dólares.”

Justin Weichel é um recriador, o que significa que ele lida com a etapa mais arriscada do processo de produção de carne. Ele diz que seu trabalho é facilitar o trabalho do finalizador, também conhecido como confinamento. Weichel compra 80% do seu gado em leilão, leva o rebanho ao curral e cuida dos animais jovens por 45-60 dias. Esse cuidado inclui vacinação e vermifugação e qualquer animal encontrado com doença é separado do rebanho e tratado com antibióticos. No momento em que os finalizadores recebem o gado, tudo o que têm que fazer é fornecer alimentação e água até o gado pesar cerca de 300 quilos e estar pronto para o mercado.

E essa é a parte crítica da equação: o peso. Venda de gado por peso. Quanto mais saudável for o gado, mais rápido ele crescerá e mais lucrativo será para Weichel e todos os que o manejarem posteriormente.

A diferença do teste para antígeno do BVDV SNAP da IDEXX

O BVDV, ou vírus da diarreia viral bovina, é uma doença devastadora que suprime o sistema imunológico do animal infectado, tornando-o suscetível a muitas outras infecções. Animais persistentemente infectados, ou PIs, tornam-se PIs no útero e muitas vezes parecem saudáveis; eles espalham agressivamente o vírus a outros membros saudáveis do rebanho, a menos que sejam testados, identificados e separados do rebanho saudável. É significativo o impacto de animais PI não identificados no retorno sobre o investimento, com perdas de $15-$88 por cabeça, com redução da produtividade do rebanho, saúde e eficiência reprodutiva.1 Por isso, o teste para PIs tem se tornado parte integrante da redução do risco e do aumento do retorno sobre o investimento para Weichel. Mas nem sempre foi assim.

“Por um tempo, eu administrava as coisas como meu pai fazia”, disse Weichel. “Da perspectiva de gestão da saúde, tudo mudou quando começamos a ouvir nosso veterinário, Dr. Barker, que nos fornece todos os nossos protocolos de saúde e POPs para nosso rebanho. Ele apresentou-me a Teste para BVDV PI X2 da IDEXX, que nos ajuda a remover animais transitoriamente infectados (TI) e PI. O Dr. Barker envia essas amostras ao laboratório de diagnóstico, que trabalha muito bem em casos onde não há urgência significativa ou transporte prestes a acontecer.”

Ainda assim, com o estresse do transporte em confinamento durante a noite após o leilão, Weichel sabia que tinha que encontrar uma maneira de encontrar PIs mais rapidamente — no leilão, antes do transporte —, mas não sabia a melhor maneira de fazer isso. Então ele ouviu falar sobre um teste de 20 minutos em amostra de incisão na orelha —Teste de antígeno do BVDV SNAP da IDEXX.

“No dia seguinte, nós compramos 100 cabeças em um leilão fora do estado”, lembrou Weichel, “e, em vez de carregar imediatamente os novos bezerros, nós coletamos as amostras de incisão na orelha, executamos Protocolo simples as providências da IDEXX e, em cerca de 20 minutos, sabíamos exatamente quais animais positivos transportar em um caminhão separado, longe dos animais saudáveis”.

Weichel e sua equipe vinham mantendo por anos estritos registros através de um software de manejo de rebanho e assim continuaram fazendo. Eles fizeram isso por cerca de 8 meses e conseguiram reduzir o tempo em que os PIs ficavam no rebanho de uma média de 5-7 dias, incluindo um dia arriscado de transporte, para 1-2 dias.

“Usando o teste para antígeno do BVDV SNAP, reduzimos o uso de antibióticos em mais de 75%, a perda por morte em 81% e vimos um aumento de 40% no ganho de peso”, disse Weichel. “O teste do BVDV SNAP significa tudo para o meu negócio e é por isso que estou sendo tão franco sobre isso.”


A remoção precoce de PIs é muito importante

Weichel busca um ganho de peso de cerca de 1 quilograma por dia ou uma média de 68 quilogramas por cabeça ao longo dos 60 dias em que o gado permanece em seu lote. Se os PIs que estão espalhando agressivamente o vírus pelo rebanho não são identificados, espera-se um ganho de peso de cerca de 0,68 quilogramas, ou apenas uma média de cerca de 40 quilogramas de ganho de peso por animal.

“Com PIs no rebanho, nós acabaríamos medicando 80 por cento deles. Quando consideramos as despesas médicas do gado doente junto com o ganho de peso reduzido, rapidamente percebemos que o custo dos testes é irrelevante”.

Há cerca de 3 anos, Weichel realizou testes do BVDV obrigatórios para todo gado que ele adquiriu em leilão e sob seu cuidado.
“Eu acho que a maioria das pessoas sabe que PIs são um problema, mas não viu isso em números”, disse Weichel. “Quando elas veem o que eu fiz aqui, fazem uma correspondência com uma quantia em dólares para isso e então percebem a importância de fazer os testes.”

“É tudo uma questão de tempo e dinheiro. Você pode subir no seu cavalo e passar por 100 cabeças de gado. Se você não tiver gado para retirar, termina em 5 minutos. Se você tiver que retirar gado doente, leva mais tempo — e isso pode continuar por semanas quando ainda há PIs no rebanho.”
 

Um olhar para o futuro

Existem aproximadamente 900.000 produtores de cria no país. O objetivo fundamental seria iniciar os testes para BVDV no nascimento, para rastrear a mãe infectada. Assim, os testes para BVDV não seriam uma grande preocupação para recriadores como Weichel.

Mas Weichel observa que tem havido progressos. “Há quarenta anos, menos de 30% do gado eram vacinados para qualquer doença; atualmente, são quase 80%. Se os recriadores perceberem que isso faz uma grande diferença, começarão a fazer mais.”
Ajude a impedir a propagação do BVDV em seus rebanhos com o teste para diarreia viral bovina (Bovine Viral Diarrhea, BVD) SNAP da IDEXX. Entre em contato com o seu distribuidor autorizado da IDEXX ou visite idexx.com/snapbvd para mais informações.

Entre em contato com um representante de vendas

Agradecemos pelo seu interesse nos produtos e serviços da IDEXX. Preencha o formulário abaixo para que um representante de vendas da IDEXX entre em contato com você.

Entre em contato com a IDEXX para Dúvidas, Sugestões e Suporte
 
Contato

Produtos relacionados

Teste de anticorpo contra Neospora X2 da IDEXX

Avalie a condição de exposição ou infecção e monitore a condição imunológica em rebanhos vacinados contra Neospora caninum.

Teste de antígeno do BVDV SNAP da IDEXX

Identifique o gado infectado com o vírus da diarreia viral bovina em apenas 20 minutos, para impedir a disseminação do BVDV.

Teste de anticorpo contra MAP da IDEXX (para doença de Johne)

Combine este teste com um plano de gestão contra Mycobacterium avium subsp. Paratuberculosis (MAP) para identificar com precisão a infecção por MAP, melhorar a saúde do rebanho e aumentar os lucros.


Referência:
1. Dados em arquivo na IDEXX Laboratories, Inc., Westbrook, Maine, EUA.