IDEXX SDMA

Estudo de caso sobre SDMA: Zeke

O SDMA ajuda a desmascarar doença renal crônica em um gato com hipertireoidismo

Informações básicas

Nome: Zeke
Idade: 14 anos
Raça: Domestic shorthair (gato doméstico de pelo curto)
Sexo: macho

Motivo da consulta e histórico
Os tutores de Zeke estavam preocupados, pois ele parecia estar comendo muito, mas estava perdendo peso. Eles também observaram que ele estava bebendo e urinando com mais frequência e miando mais do que o normal. Seus tutores disseram que ele parecia ativo, mas estavam preocupados com a sua mudança de hábitos em casa.

Exame físico
Zeke estava magro com baixo escore de condição corporal (ECC) de 2,5 em uma escala de 9 pontos. Ele apresentava doença dentária
moderada, frequência cardíaca acelerada e um nódulo palpável na região do pescoço.

Plano de diagnóstico

Foram recomendados hemograma completo (HC); painel bioquímico, incluindo o teste IDEXX SDMA e eletrólitos; urinálise completa; e T4 total. Os resultados do HC do Zeke estavam dentro dos limites normais. Outros achados são apresentados abaixo.

Análise diagnóstica

  • Com base no histórico, no exame físico e nos resultados laboratoriais, Zeke foi diagnosticado com hipertireoidismo.
     
  • O SDMA* elevado nos leva a investigar mais a fundo: a doença renal crônica (DRC) é um distúrbio progressivo que pode ocorrer paralelamente a outros quadros clínicos. Embora a atenção dada ao quadro de hipertireoidismo fosse uma prioridade médica, com base no diagnóstico realizado, os rins precisavam de maior investigação e suporte.
     
  • Possível investigação diagnóstica adicional: imagens torácica e abdominal podem ajudar a confirmar e avaliar os quadros clínicos identificados nos diagnósticos de sangue e urina, assim como seu impacto sobre outros sistemas e órgãos (por ex., coração). Um eletrocardiograma avaliaria a condutividade cardíaca. Também foi recomendada a aferição da pressão arterial, pois tanto a doença renal quanto o hipertireoidismo estão associados à pressão arterial elevada.

Diagnóstico e acompanhamento do caso

  • Hipertireoidismo tratado com sucesso com I-131 e DRC concomitante em estágio 2 segundo a classificação da Sociedade Internacional de Interesse Renal (IRIS [International Renal Interest Society]).

  • Um mês após o tratamento com I-131, o nível de T4 total do Zeke estava a 0,7 μg/dl, o SDMA estava a 17 μg/dl, e a creatinina havia aumentado de 0,9 para 1,8 mg/dl. A urina continuou pouco concentrada, com gravidade específica de 1,014.

  • O SDMA continua a indicar problemas com a função renal, embora a creatinina esteja dentro dos limites normais.

  • Zeke não retornou à clínica veterinária por vários meses, mas o acompanhamento de seus exames laboratoriais naquela época confirmaram que o tratamento do hipertireoidismo havia sido bem-sucedido. Ele continuou a apresentar SDMA elevado, creatinina normal e urina diluída.

  • Segundo as diretrizes de estadiamento para DRC da IRIS, Zeke tinha DRC em estágio 2. Sem o SDMA, a DRC não teria sido diagnosticada. O veterinário de Zeke seguiu as diretrizes de tratamento para DRC da IRIS para tratá-lo, o que poderia ajudar a retardar a progressão da DRC do Zeke e até mesmo prolongar sua vida.

Relatórios do paciente

Bioquímica

T4total

Urinálise

Resultados de exames laboratoriais de acompanhamento

Discussão

O caso de Zeke reforça o fato de que o SDMA é um biomarcador da saúde renal mais confiável do que a creatinina.1-5 Neste exemplo específico, o SDMA permaneceu válido para a indicação de doença renal, enquanto a creatinina estava sujeita às influências do metabolismo e da massa corporal.

Tanto a doença renal quanto o hipertireoidismo são doenças comuns em gatos mais velhos. Um maior desafio à credibilidade da creatinina nesse caso foi o hipertireoidismo concomitante, que aumenta o metabolismo, aumentando artificialmente a taxa de filtração glomerular (TFG). Os quadros concomitantes neste exemplo revelaram as limitações da creatinina, enquanto a influência da hiperfiltração sobre o SDMA é apenas levemente amenizada, devido à sensibilidade do SDMA para detectar doença renal precocemente e ao fato de que ele não é influenciado por outros fatores como massa muscular.4-5

Por que o SDMA é importante

Deslize para ver nossos software e produtos exclusivos.

Clique nas fotografias para saber como ações desencadeadas pelos resultados do teste IDEXX SDMA ajudaram Reese, Molly, Bess, Jimmy, Mary Jane, Scarlet e Zeke. Baixar os estudos de caso.

*Dimetilarginina simétrica.

Referências

  1. Hall JA, Yerramilli M, Obare E, Yerramilli M, Yu S, Jewell DE. Comparison of serum concentrations of symmetric dimethylarginine and creatinine as kidney function biomarkers in healthy geriatric cats fed reduced protein foods enriched with fish oil, L-carnitine, and medium-chain triglycerides. Vet J. 2014;202(3):588–596.
  2. Hall JA, Yerramilli M, Obare E, Yerramilli M, Melendez LD, Jewell DE. Relationship between lean body mass and serum renal biomarkers in healthy dogs. J Vet Intern Med. 2015;29(3):808-814.
  3. Nabity MB, Lees GE, Boggess M, et al. Symmetric dimethylarginine assay validation, stability, and evaluation as a marker for early detection of chronic kidney disease in dogs. J Vet Intern Med. 2015;29(4):1036–1044.
  4. Hall JA, Yerramilli M, Obare E, Yerramilli M, Jewell DE. Comparison of serum concentrations of symmetric dimethylarginine and creatinine as kidney function biomarkers in cats with chronic kidney disease. J Vet Intern Med. 2014;28(6):1676-1683.
  5. Hall JA, Yerramilli M, Obare E, Yerramilli M, Almes K, Jewell DE. Serum concentrations of symmetric dimethylarginine and creatinine in dogs with naturally occurring chronic kidney disease. J Vet Intern Med. 2016;30(3):794-802.